EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish    
Serra da Estrela
 
 
 
  Queijeira de Seia faz queijos à moda antiga Em destaque
 
 

 

Destaque criado em 2016-01-31 e lida 2869 vezes
 

Queijeira de Seia faz queijos à moda antiga

  

A queijeira Maria dos Anjos, de 77 anos, residente em Pinhanços, Seia, faz queijos da Serra da Estrela à moda antiga e assegura que os trata como se fossem meninos, pela atenção que lhes dá diariamente.

 

A mulher começou a fazer queijo aos oito anos, com a mãe, e nunca fez outra coisa na vida, dando continuidade a uma tradição familiar que herdou dos antepassados.

PUB

 

A queijeira adiantou à agência Lusa que sempre fez queijo artesanal, com leite de ovelha bordaleira, raça típica da Serra da Estrela, na cozinha da sua casa, e que, pela idade, nunca aderiu às exigências que obrigaram à construção de queijarias.

 

"Eu achei-me sempre bem na cozinha, portanto, é assim que eu o faço. É como a minha mãe me ensinou, e via fazer aos meus avós e tudo porque a antiguidade é mesmo assim. Agora, é tudo mais moderno, mas eu não, foi sempre isto, sempre, sempre, sempre", afirmou.

 

O queijo, que é feito numa francela em madeira colocada na cozinha da sua casa, em frente da lareira, passa por três cinchos (aros em inox que apertam e espremem a massa do queijo) e por vários panos, antes de ser curado numa dependência do rés-do-chão que foi adaptada para sala de cura.

 

Na última fase do processo, o queijo acabado de fazer é envolvido num pano e "prensado" com uma grande pedra, onde permanece durante 24 horas. Depois, é retirado da "prensa", é esfregado com sal e colocado nas tábuas de cura, onde ficará cerca de mês e meio.

 

Durante um determinado período de tempo o queijo é "virado todos os dias e o pano é mudado", daí que Maria dos Anjos diga que os queijos são autênticos meninos pela atenção que requerem no dia-a-dia.

 

Explicou que na fase inicial de cura o queijo "deita muita impureza" e "se a gente não o mudar para outros panos e virar, depois, colhe muito cheiro [e] não fica bom".

 

Quanto às exigências impostas atualmente ao setor, a queijeira do concelho de Seia considera que não correspondem à tradição e levaram muitos produtores da região a desistir da produção do queijo e a venderem o leite diretamente para as queijarias.

 

A mulher lembra que no passado só a aldeia de Pinhanços tinha "umas 20 ou 30 pessoas" que faziam queijo: "Era casa sim, casa não. Agora só somos duas a fazer".

 

Maria dos Anjos reconhece que a produção de queijo Serra da Estrela tem vindo a diminuir "por causa de exigirem muitas coisas" e refere que "preferia deixar de fazer" a ter de aderir aos padrões modernos.

 

A queijeira orgulha-se de fazer queijo pelo método ancestral, a partir do leite das suas 80 ovelhas, que é coalhado com a utilização de cardo (coagulante natural) produzido na sua quinta.

 

Lamenta que os mais novos não se interessem pela tradição, mas mostra-se contente por a sua família fazer a diferença, indicando que os filhos, os netos e os bisnetos "gostam de ovelhas" e alguns estão ligados ao setor.

 

Maria dos Anjos promete continuar a fazer queijo de ovelha, sempre com "as mãos frias", embora já apenas o faça "para passar o tempo" e por "gostar muito desta vida", pois longe vai o tempo em que fazia dez queijos por dia.

 

"Enquanto puder faço, quando não puder, pronto", concluiu.

 

 

 

 

Comentários:

 
 
Queijo certificado da Serra da Estrela

O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, disse hoje (05.03.2016)que o Governo "tudo fará" para assegurar a autenticidade do queijo certificado da Serra da Estrela.

 

"Quando se confunde gato por lebre, todos são tratados como gato", afirmou Capoulas Santos, ao intervir na cerimónia de abertura da Festa do Queijo Serra da Estrela de Oliveira do Hospital, no distrito de Coimbra.

ver mais »

Aldeia do Sabugueiro - Aldeia Inteligente de Montanha

Reza a história que o Sabugueiro surgiu de um aglomerado de cabanas de pastores que aproveitavam os pastos da Serra da Estela para as suas ovelhas e cabras. Nos finais do século XIX, a serra começou a ser olhada por excursões cientificamente organizadas e o Sabugueiro tornou-se estação obrigatória ou ponto de apoio e de passagem para os exploradores. 

 

ver mais »

Malcata: Lince sem condições para regresso

O ICNF-Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas ainda não tem uma previsão para o regresso do lince ibérico à Malcata. A garantia é deixada ao Reconquista pela presidente do instituto.

 

“A Reserva Natural da Serra da Malcata, enquanto área de distribuição histórica de Lince ibérico, constitui uma das áreas de eleição para a reintrodução desta espécie, não cumprindo, 

ver mais »

'Buraco' da Serra da Estrela está ainda mais especial

As imagens capturadas por um drone da barragem do Covão dos Conchos correram o mundo e mostraram um lado da serra portuguesa que poucos conheciam.

 

As baixas temperaturas que estão a afetar o país podem deixar a população enregelada mas ao ver as imagens do ‘buraco’ da barragem do Covão dos Conchos, na Serra da Estrela, poucas dúvidas restarão de que até vale a pena

ver mais »

Infraestruturas de Portugal adquire sal-gema

Para esta época invernal foram contratadas, através de concurso público, a aquisição e a entrega de produtos fundentes de combate ao gelo e neve, no valor de cerca de 188 mil euros", refere a IP em comunicado.

ver mais »

  Casa Grande de Loureiro

Casa Grande de Loureiro (Tábua)




Casas do Castelo

Casas do Castelo (Seia)




 

Restaurantes em destaque

 

Snack Bar & Marisqueira BA 101

Snack Bar & Marisqueira BA 101




Restaurante 'As Tilias' Churrasqueira

Restaurante 'As Tilias' Churrasqueira

 

 
 


© 2008-2017 Turismo da Serra da Estrela, Alojamentos, Restaurantes, Roteiros
 
  Clientes

 

Registar
Termos e condições de uso

Login

Ajuda

 

FAQ

Privacidade

Sobre nós

 

Sobre o Portal

Serviços

Como anunciar

Contacte-nos

 

Contactos